É a sua primeira visita?

Entenda a Minha História.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Você é o que você come.

Ontem tava a maior chuva.
Aí minha mãe jantou arroz, ovo frito e batata frita.
Tudo coisa gordurosa certo?
"Que faz mal para a saúde", diz ela.

Leia Mais...


Sempre que eu quero alguma coisa, ela diz isso. Sempre.


Aqui é só frango desfiado e ração.
Muitas coisas fazem mal. Aliás, tanta coisa faz mal que se eu fosse evitar tudo, eu não ia nem respirar esse ar poluído e sujo. Cheio de bactérias, todo tipo de vírus.

Mas aqui tô eu, respirando.



Aí ela come lá, ovo frito com batata. Gordura pura.

"De vez em quando não faz mal."
Mas quando EU quero alguma coisa de vez em quando, ela diz que não pode.


Minha mãe come bala. Muita bala.
Bala é açúcar puro. Faz mal. Os dentistas adoram que a gente coma bala, mas faz mal.
E minha mãe come. Um monte de bala.
E ela tá muito bem.

Porque "às vezes" não tem problema.

Se você fosse evitar tudo que faz mal, seria uma vida repleta de privações. Porém, você viveria mais do que os outros que não se privam de coisas gostosas que fazem mal.
Nada de gordura! Nada de açúcar! Nada de carne! Nada de cerveja! Só água água água. Água faz bem, limpa o organismo.

Quer um pedacinho de bomba de chocolate? NÃO! FAZ MAL!
Já pensou viver assim? Sem nem sequer experimentar, porque faz mal?
Fazer o que quiser, ser feliz e viver menos, ou viver mais sem tirar proveito das coisas boas?



Já ouvi dizerem que a gente é o que a gente come.

...


Não me importo se minha mãe quiser ser um saco de bala.


Mas talvez eu não queira ser um pacote de ração para sempre.


Ler Próximo Post.

1 comentários:

GIZELA disse...

É a mais pura verdade tudo isso viu....amei seu blog e vou acompanha-lo...sempre que puder!!!
Adorei ver a vida dos seus bichanos e isso é um exemplo pra muita gente...PARABÉNS pela iniciativa.

Postar um comentário

 
^