É a sua primeira visita?

Entenda a Minha História.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Preciso de carona.

Tenho uma coisa pra contar.

Mamãe e papai foram para São Paulo no último dia 20 para comemorar os 70 anos do meu vô. Era uma sexta feira, voltaram domingo de noite. Foi pá-pum.

Meus avós compraram um terreno ano passado, e devagarinho construiram uma casinha lá.

Até aí tudo bem.

Problema é que, sendo o sítio no meio do nada, me vem uma gata branca se adonar do pedaço. Alguns dizem que é do caseiro do terreno do outro lado.

Leia Mais...


Olhando mais de perto, a gata tem problema de câncer nas orelhas e no nariz. Gato branco não pode tomar sol. E essa aí toma de monte, visto que é sítio, né?!



Daí, leite vem, churrasco vai, a gata ficou.


Meus avós vão pra lá só nos finais de semana, então a gata provavelmente fica zanzando por lá até eles aparecerem. Embora eles não morram de amores por animais que nem a louca da minha mãe, eles estão meio que cuidando dela. Dão leite, botaram uma toalha na cadeira da varanda pra ela dormir, essas coisas.

Mas lá também tem cachorro. Tem pato, galinha.
E a gata, que não é besta, se engraçou com meu pai.
Ficou sexta de noite e sábado o dia inteiro no colo dele. É porque eu não tava lá, senão já dava um pau nela. Esse colo tem dona, minha filha!


O pai queria levar a gata embora. Pra tratar das orelhas e do nariz, pra dar vacina, comida, tratamento adequado.
Só que, assim, sem mais nem menos não dá!

Tem que comprar caixa de transporte de tamanho adequado, marcar passagem de avião com antecedência para levar animais, levar um laudo veterinário de que o animal se encontra saudável para viajar, essas burocracias todas.

Daí, com o coração em pedaços, deixaram a gata lá.


No aeroporto se informaram sobre como proceder para despachar um animal sozinho no avião, viajando no compartimento de carga (odeio isso?).


Bom, resumindo. A gata já está com seu câncer com os dias contados.
Minha mãe só precisa de alguém que a ajude a trazer a gata pra Porto Alegre.

Vamos ser realistas.
A gata é de rua, vive na natureza. Vai enfiar a coitada dentro duma caixa de transporte, ela vai enlouquecer.
Do sítio em Peruíbe até o veterinário mais próximo seriam 40 minutos de carro. Toma vacina, pega o laudo. Da Praia Grande (que é onde está o veterinário) até o aeroporto de Congonhas, em SP capital, mais 50 minutos.


Daí que bote a gata pra ser despachada no avião, que decole, que chegue em Porto Alegre, já se passaram 5 horas. A gata vai derrubar o avião de tão nervosa que vai ficar.
Mas depois disso, terá uma vida melhor.

Será cuidada, alimentada, amada, protegida.

Se alguma mãe que more pelos arredores da Baixada Santista puder ajudar com essa carona, minha mãe pede que entre em contato para acertar os detalhes. Toda e qualquer despesa será paga pela minha mãe. Desde a gasolina e pedágio até veterinário e qualquer outra despesa.

Só precisa da carona mesmo!

Boto abaixo o email dela para contato e desde já agradeço!

Beijo de Nariz para todos vocês que têm a sorte de ter um dono!


7 comentários:

Rutha/Pink/Barum/Luna disse...

Oi Branquinha ! Essa gatinha branquinha já tem nome ? Espero que além de roubar sua família de você ela não roube seu nome também...
Que família legal você tem ! Essa gatinha teve muita sorte em encontrá-los ! Espero que consiga alguém que ajude, infelizmente moramos em SC.
Você anda muito sumida, queremos ver mais fotos suas e da turminha toda !
Lambidas da Rutha

blogdaSerenadog disse...

Oi Branquinha!
Também estamos torcendo pela gatinha. Tomara que tudo dê certo, né?!
Seus pais são humanos de primeira linha!
Lambidas carinhosas.

air max nike disse...

Thank you very much for this article!
For a long time I have done exactly what you warn against. This article was a slap in the face - but a needed one.
That being said, what is the value of an intuitive explanation? Is it to give a lay person an "ah-ha" moment? Is it good to have SOME understanding, even if it is "vague and mush?"
nike air max
air max 2009
nike air max 2009

Nikita disse...

Branquinha querida! Não fique com ciúmes, você tem pais que valem ouro e que bom que eles vão cuidar dessa gatinha. Ficarei torcendo pra conseguir uma carona.

Beijinhos e miadinhos da Nikita:)

Ps.: Vê se aparece, faz tempo que não nos falamos..rsrsrs ou miamos.

Luna, Rodolfo e Tifani disse...

Olha só Branquinha, minha mãe disse que se nós morássemos perto dessa gata ela adotaria para a pobre (palavras dela) não passar tanto tempo viajando, mas como nós moramos no RS tb, infelizmente não poderemos ajudar. Parece que vc vai ganhar uma irmãzinha!!!!!

coragem Branquinha, faça o bem sem olhar a quem!!rsrsrs

beijinhos
Luna

Anônimo disse...

Oi Branquinha, sua mãe já conseguiu carona prá irmãzinha de Peruíbe?
Moro em Santos e posso pegá-la no veterinário em Praia Grande e despacha-la em São Paulo no aeroporto de Congonhas, para o RS.
Trabalho em resgates junto com a Patrícia do Cats of Necrópolis e já dei muitas cat caronas para gatinhos adotados. Seria um prazer para mim poder ajudar mais essa lindinha a ganhar um lar tão bacana!
Caso haja interesse, peça a sua mãe prá entrar em contato comigo tá?
beijos
Tania
tania@clp.unesp.br

Luzinha disse...

e aí, Branquinha, tudo show? conte-me tudo, não me esconda nada, ok? já rolou a carona prá gatinha? tou aqui doida de curiosidade prá saber... passa lá no Black prá me contar tudo, ok? OK!

Postar um comentário

 
^